O pombo doméstico (espécie Columba livia) é uma ave introduzida no Brasil pelos europeus, tendo-se adaptado muito bem aos grandes centros urbanos, devido à facilidade de encontrar alimento e abrigo. Também ocorrem no campo, podendo causar diversos danos à agricultura. 

 

Pombos

Permanecem próximos das habitações (em residências, comércios ou empresas), onde podem causar diversos problemas. As fezes dessas aves provocam danos à pintura de automóveis e ao patrimônio histórico e artístico. O acúmulo de penas, fezes e ninhos podem causar o entupimento de calhas e tubulações. Em locais de armazenamento e manipulação de alimentos podem promover a sua contaminação, pois transportam mecanicamente uma série de microrganismos capazes de causar doenças, entre elas a salmonelose. Outras doenças transmitidas pelos pombos, tais como a criptococose, histoplasmose, ornitose e algumas alergias, geralmente estão associadas aos locais com acúmulo de ninhos e são contraídas pela respiração da poeira gerada pelas fezes ou secreções dessas aves. Os pombos também são capazes de transportar carrapatos e ácaros (piolhos de pombos), capazes de causar dermatites.

Os adultos vivem entre 3 e 5 anos nas grandes cidades. São capazes de produzir de 5 a 6 ninhadas por ano, com no máximo dois ovos em cada ninhada. Os ovos são incubados por 17 a 19 dias e os filhotes atingem a maturidade sexual entre os 6 e 8 meses de idade.

Em razão dos prejuízos econômicos que causam e dos riscos que representam à saúde pública, os pombos são considerados pragas sinantrópicas. Porém, apesar de não pertencerem a uma espécie nativa, esses animais são considerados parte integrante da fauna silvestre brasileira. Portanto, são protegidos pela legislação de proteção à fauna. O seu controle deve ser feito por empresa especializada, desde que respeitadas questões referentes a maus tratos de animais. O uso de produtos químicos é proibido, sendo seu controle permitido apenas com a adoção de medidas de manejo ambiental e instalação de barreiras físicas para evitar o pouso e construção de ninhos.

 

Consulte-nos para informações a respeito das técnicas empregadas pela No Bugs Brasil no controle de pombos.

Prevenção contra pombos

 

  • Não ofereça alimentos aos pombos;

  • Acomodar resíduos de alimentos, ou qualquer outro lixo, em recipientes adequados e devidamente fechados;

  • Vistoriar e fechar aberturas no telhado ou forros que possam permitir o acesso de pombos.

Ligue agora!

(11) 4117 8040

Whatsapp

(11) 9.8738 0203

Facebook

Curta nossa página

  • Facebook Clean
  • download.png

© 2010 Desenvolvido por NBcpp CO.